Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Experimentámos!

E vamos dar a nossa opinião.

Experimentámos!

E vamos dar a nossa opinião.

Spot São Luiz

* Actualização *

Este restaurante encontra-se fechado.

******************

 

Depois de uma longa ausência vamos tornar a falar de restaurantes que é sempre um assunto que muito me apraz!

Aproveitando a Lisboa Restaurant Week demos um saltinho ao Spot São Luiz de autoria de Fausto Airoldi. Já tinha tido oportunidade de experimentar as iguarias deste chef nos primórdios do Bica do Sapato (Restaurante) e do Pragma no Casino de Lisboa. E a verdade é que de todas as experiências que tive fiquei sempre com a sensação de que lhe “faltava um bocadinho assim…”.

Ontem optei, como entrada, pela salada de fígados de aves salteados com vinho do Porto, o bacalhau escalfado em azeite com à Brás de espargos verdes como prato principal, e pela mousse de chocolate com espuma de framboesa como sobremesa.

A redução do vinho do Porto na salada de fígados estava bastante aceitável, o 'à Brás' de espargos muito saboroso, embora quase frio o que conseguiu estragar o efeito pretendido. A espuma de framboesa não era uma espuma, mas sim uma outra mousse. Uma espuma pretende ser absolutamente leve e apenas dar o laivo do sabor. O que acabou por ser foi um prato muito funcional em termos estéticos, mas muito pouco equilibrado em termos de peso. No fundo, eram duas mousses encavalitadas.

Para um chef com tanta experiência como este senhor há coisas que já não são admissíveis. Perdoem-me os entendidos, mas eu cá entendi que lhe falta bastante para chegar ao nível de outro chef de quem falarei para a semana e que compõe um menu de degustação absolutamente divinal a low cost se falarmos em cozinha de autor.

Adorei os candeeiros do Spot São Luiz que contêm citações de autores de renome. O serviço deixa um pouco a desejar, mas não me vou alongar acerca deste assunto pois pode ter sido por influência desta semana tão especial. Ainda assim, acredito que se deve manter sempre os pergaminhos da qualidade a todos os níveis, independentemente dos preços praticados numa determinada época.

Localização: Bom
Serviço: Razoávelzinho
Instalações: Bom
Qualidade: Médio
Mais Informações:
Spot São Luiz

 

Viagem a uma "cozinha de autor"...

* Actualização *

Este restaurante encontra-se fechado.

******************

Fomos jantar ao Gemelli na sexta-feira passada. Com reserva, claro! Que de outra forma é quase impossível.

O espaço é muito agradável, minimalista, com bom-gosto e muito bem localizado. A acústica não é das melhores, pois assim que o espaço se enche de gente, o zumbido das conversas dos convivas torna-se um tudo nada desagradável.

Fomos muito bem recebidas pelo chefe de sala que nos indicou a mesa. Logo a seguir fomos brindadas com a presença do chef que muito amavelmente nos apresentou a carta no seu melhor português. Demos uma vista de olhos pelas excelentes escolhas e decidimo-nos por unanimidade imediata e absoluta pelo menu de degustação de cozinha de autor. Já que ali estávamos, achámos que não podíamos perder esta oportunidade.

Sem saber o que iríamos saborear, o chef apenas nos perguntou se havia algum ingrediente que não gostássemos. Lá demos as nossas indicações e seguiu-se então o desfile de sabores.

Começámos por um shot de creme de milho com arroz crocante. Uma delícia! Textura e sabor irrepreensíveis...
Seguiu-se uma salada de carnes desfiadas com alfaces e uma redução de cebola roxa, toda salpicada com bagos de romã. Um deleite para os olhos. Quanto ao sabor, um pouco diferente e algo estranho, embora agradável.
Passámos a uma fantástica salada de feijão verde com polenta envolta numa emulsão fenomenal, da qual não me importava nada de ter a receita.
Seguimos para uns croquetes de trufa negra acompanhados de um tártaro de atum fresco. Confesso que este prato ficou um pouco aquém das minhas expectativas...
Preparado o palato para sabores mais fortes, apresentam-nos um fettuccine com sapateira e finalmente leitão desfiado com puré de maçã com o melhor molho que já provei. Feijão preto e vinho tinto. Inesperado. Brilhante. Suave na textura, forte no sabor. Diria mesmo, perfeito.
Finalmente a sobremesa. Sopa de chocolate branco com molho de frutos vermelhos perfumado com um licor que desconheço. Creio que um menu destes merecia outras sobremesas. Mas como não sou muito adepta de doces, a coisa passou.

Resta-me acrescentar que o serviço e a simpatia foram irrepreensíveis e que os tempos de espera entre pratos, foram meticulosamente programados. O chef tem ar de bom garfo e é de uma simpatia e humor invulgares neste universo.

Recomendo uma viagem ao imaginário do fenomenal Augusto Gemelli. Embora já tenha andado por outros menus de degustação de alguns chefs famosos, este apenas foi batido pelo brilhante Joachim Koerper do Eleven.

Mas isso fica para outro post!

Localização: Bom
Serviço: Muito Bom
Instalações: Bom

Qualidade: Excelente
Relação Qualidade/Preço: Bom
Mais Informações: Gemelli

Publicidade